"Toyohashi -shi" - Um pouco da cidade que moro no Japão!

Vim falar um pouco de Toyohashi-shi.
 Cidade que moro aqui no Japão, essa foi a primeira ciade que morei desde que cheguei aqui em 1996.
Fui morar em outras cidades, como Okazaki-shi, Kariya-shi, Anjo-shi (todas do estado de Aichi-ken) e Isesaki-shi (do estado de Gunma-ken), mas não consegui me acostumar e acabei voltando pra cá.
Acho que é porque conheço muitas coisas e lugares, não sei... deve ter algo que me liga a essa cidade...kkkk
localização de Toyohashi-shi :



A história:
Sabe-se que esta região é habitada pela espécie humana (ushikawajin) desde aproximadamente 100 mil anos atrás, através de vestígio de Suse Ja-ana (caverna de cobra de Susse), vestígio Urigo e vestígios das estradas. 
 Essa região era chamada de HONOKUNI (país de espiga de cereais) que foi incorporado, em MIKAWAKOKU (país de MIKAWA), na época de DAIKA NO KAKUSHIN, aproximadamente no ano 645 DC e depois da era Heian (760~1191) teve relações aprofundadas com o Templo ISE e por esse motivo, tinham várias áreas dominadas pelo templo shintoísta. Exatamente nessa época, foram inauguradas as travessias de SHIKASUGA e AKUMI, os quais foram até compostos no poema japonês de 31 sílabas, chamada WAKA. Na era Kamakura(1192~1334) foi construída a ponte, a qual recebeu o nome de IMAHASHI. 
Desde que o Kohaku Makino construiu o castelo IMAHASHI em 1505, o mesmo ocupou um ponto estratégico importante de HIGASHI MIKAWA, passando por várias batalhas e no decorrer delas, o castelo mudou o seu nome para castelo YOSHIDA. 
Posteriormente, em 1590, TERUMASA IKEDA tornou-se dono do castelo e foi feita a ampliação do território e aperfeiçoamento como cidade desenvolvida ao redor do castelo, compatível com o seu 15 mil Koku (Um koku equivale a 180 litros de arroz)  na era EDO (1603~1867), como um dos pontos importantes da TOKAIDO, o castelo de Yoshida foi sucedido por 9 famílias de Daimyos, extendendo-se por 22 gerações.(Daimyo, é o dono das terras com capacidade de produção de mais de 10 mil koku, na era EDO).
 A partir do meado da era EDO, prosperou como cidade desenvolvida ao redor do castelo tendo como o seu senhor feudal, MATSUDAIRA IZUNOKAMI, de 70 mil koku. Por um lado, a cidade prosperou-se como uma das 53 pousadas de TOKAIDO e na foz do rio TOYOGAWA, o porto de Yoshida foi bastante usado como ponto primordial no transporte fluvial e marítimo para a cidade de EDO e para as regiões costeiras da baía de ISE e outros. 
 Em 1869, o feudo Yoshida mudou o nome para feudo Toyohashi. Em 1871, com a reforma de extinção do feudo e a instalação da província, tornou-se Toyohashi-ken, no mesmo ano foi incorporado a Nukata- ken e no ano seguinte ficou sob o controle de Aichi-ken. Em 1889 com a introdução do regime shi-sei cho-son-sei (sistema administrativo municipal,vila e aldeia) tornou-se TOYOHASHI Cho e em 1º de agôsto de 1906, tornou-se município, 2º da província (62º do país). Apesar de ter se tornado uma cidade conhecida em todo país como cidade da seda e da base militar com 140 mil habitantes, resultado da incorporação de 5 vilas e aldeias vizinhas em setembro de 1918, mais da metade da cidade virou cinza devido a ataques aéreos de 20 de junho de 1945. Apesar disso, conseguimos construir uma cidade que supera a de antes da guerra com a conclusão de espetacular empreendimento de restauração e redemarcação dos quarteirões da cidade e pelo esforço contínuo do povo.
 Em março de 1955, aumentou o seu território incorporando 5 aldeias e vilas vizinhas e em abril do mesmo ano mais 2 aldeias. Depois disso, vem promovendo continuamente o melhoramento das condições ambientais da vida, fortalecimento da base industrial mediante a conclusão da obra de irrigação TOYOGAWA e com a abertura do porto de Toyohashi, da educação e cultura e de aperfeiçoamento da previdência social. Consequência disso, em abril do ano 11 da era Heisei tornou-se Chukakutoshi (cidade com a população acima de 300 mil habitantes ou menos de 500 mil habitantes, numa área com mais de 100 km²). Continua desenvolvendo-se como cidade central da região de HIGASHI MIKAWA com mais de 370.000 habitantes, além de ser Chukakutoshi na região de SAN-EN-NAN-SHIN (nomenclatura globalizada das regiões de HIGASHI MIKAWA da província de Aichi, EN-SHU de Shizuoka e MINAMISHINSHU de Nagano e dentre elas estão como suas principais cidades: Toyohashi, Hamamatsu e Iida).  

Patrimônio cultural:

Castelo Yoshida
 
O castelo Imahashi foi construído em 1505 e posteriormente mudou o seu nome para castelo Yoshida. Atualmente, encontra-se SUMIYAGURA (torres construídas nos cantos que serve para a vigilância, contra- ataque; armazenamento de alimentos e armas) restaurado em 1954 à beira do rio TOYOGAWA. O castelo encontra-se dentro do parque de Toyohashi e é um local bastante familiar entre os moradores, juntamente com o museu de Belas Artes e SAN-NOMARU-KAIKAN.

Museu de Futagawa Juku Honjin
O castelo Imahashi foi construído em 1505 e posteriormente mudou o seu nome para castelo Yoshida. Atualmente, encontra-se SUMIYAGURA (torres construídas nos cantos que serve para a vigilância, contra- ataque; armazenamento de alimentos e armas) restaurado em 1954 à beira do rio TOYOGAWA. O castelo encontra-se dentro do parque de Toyohashi e é um local bastante familiar entre os moradores, juntamente com o museu de Belas Artes e SAN-NOMARU-KAIKAN.

Vestígio de habitação de URIGO
  Na proximidade da foz de Toyogawa, no URIGO, existe um vestígio de habitação do estilo TATEANA, (habitação feita, escavando a terra com aproximadamente 1m de profundidade, amontoando a terra cavada ao redor e o teto sustentado com pilares e coberto de palha) de aproximadamente 2000 anos atrás (reconhecido como lugar de valor histórico nacional em 1953). É um vestígio de aldeia onde se acredita que existiu o cultivo de arroz durante a época compreendida entre o meado da era Yayoi até o princípio da era Kofun, aproveitando a área úmida do local, onde se acumula a terra trazida pelo rio, na foz do rio Toyogawa. É uma presença importante devido as relíquias encontradas originaram o nome do vestígio.

No Museu de Belas Artes de Toyohashi está em exibição objetos descobertos da era Yayoi e réplica de habitação de um quinto do seu tamanho real. 


Farol de Maeshiba
 É o 2° mais antigo farol construído de madeira e coberto de telha do Japão. Foi restaurado em 1669. O porto de Maeshiba era um ponto importante no transporte fluvial e marítimo da era Edo, com bastante tráfego de navios de estilo japonês, que transportavam os tributos de arroz. 


Igreja Ortodoxa Haristos de Toyohashi
 É a igreja da religião ortodoxa russa, construída em 1913. É uma igreja de cor branca, de estilo bizantino e no seu interior encontra-se reservado vários artesanatos e IKON( figuras santuárias). 


Iwaya Kan-non
 A estátua da Deusa Budista de Misericórdia construída na era EDO (1603~1867) e reconstruída em 1950. Considera-se como sua origem, a instalação da SENJUKAN-NON (deusa budista de misericórdia de mil braços) pelo monge GYOKI na era NARA (710~759). No templo de IWAYA KAN-NON encontram-se ainda, muitos objetos culturais. 


Akumi Ningyo Jyoruri
 Em 1990, foi reconhecido como patrimônio cultural folclórico intangível do município. É um drama em estilo de balada, encenado através de bonecos articulados por 3 pessoas, um estilo peculiar mesmo a nível nacional. Anualmente, no 3º domingo de novembro, há a sua apresentação, pelo grupo de preservação. 


Natureza e Ambiente:

O pântano de IMO
 É um pântano chamado de “MINI-OSE de TOKAI”, situado na parte oeste da região montanhosa de YUMIBARI, onde podemos encontrar plantas raras e típicas da região de MIKAWA, no seu habitat natural e também várias plantas carnívoras.
É conhecido também como percurso para caminhada e de primavera a outono podemos apreciar as flores bonitas. Na primavera, as flores de HARU-RINDO, MIKAWA-BAIKEISO e no outono, SHIRATAMAHOSHIKUSA que valem a pena apreciá-las.


A Praia de OMOTEHAMA
É uma praia de areia branca ao longo de aproximadamente 51km do ENSHUUNADA (alto mar com as ondas altas de ENSHUU). De junho a agosto AKA-UMIGAME (uma das espécies de tartarugas marinha) vem para a sua desova. De início de abril ao fim de novembro pode se divertir com JIBIKI-AMI (rede de pesca, de arrastar pelo fundo) . 


Estabelecimentos públicos: 

Toyohashi Kokaido (salão público)
O Toyohashi Kokaido tem como seu símbolo a meia esfera e a águia, de arquitetura do estilo romanesco, construído em agosto de 1931.O seu estilo elegante é símbolo da cidade e é utilizado para concertos, apresentações teatrais, palestras etc. 


Museu de Belas Artes de Toyohashi
É um autêntico museu da espécie de cultura humana, situado no Parque de Toyohashi. Faz exibição dos materiais históricos relacionados ao castelo Yoshida, das belas artes da região como de Nakamura Masayoshi, pintor gênio que faleceu ainda jovem e outros


Jardim Zoo- Botânico de Toyohashi
 É um parque geral, onde encontram-se o museu de história natural, zoológico, jardim botânico e parque de diversões na sua ampla área de aproximadamente 40 hectares. A gigantesca estufa com as plantas bem crescidas, onde podemos encontrar aproximadamente 850 espécies com cerca de 15.000 plantas da região equatorial e tropical; o pitoresco “cantinho MONET” e outros na zona botânica. Na zona zoológica, tem o parque África, estabelecimento de animais dos pólos e outros. É a área recreativa onde todas as pessoas, desde crianças aos adultos podem se divertir. 


Outros:

Prefeitura de Toyohashi


Estação de Toyohashi
Museu de História Natural  

Fonte: Prefeitura de Toyohashi 


 É isso, um pouco da cidade que vivo 
 16 anos...rs
As informações foram tiradas do site da prefeitura de Toyohashi, quem quiser saber um pouco mais é só clicar aqui.
Espero que tenham gostado!!!
Qualquer coisa é só deixar um comentário, e/ou me adicionar no instagram @kemynha.

Beijos e até mais...
Kemy Love Makeup © Copyright 2012. Tecnologia do Blogger.